18/08/2017

Empresários da fé: os Antipastores

Por Israel C. S. Rocha

  • Se teu pastor não te convida para uma vida de oração.
  • Se teu pastor não desnuda à luz das Escrituras os seus pecados de estimação.
  • Se teu pastor não prega que Jesus está vindo.
  • Se teu pastor substitui a Bíblia por estorinhas e "causos"
  • Se teu pastor "rasga seda" para homens
  • Se teu pastor gasta dinheiro com projetos megalomaníacos
  • Se teu pastor ostenta luxo
  • Se teu pastor prega dinheiro, prosperidade, "chuvas de bênçãos"
  • Se teu pastor tolera o pecado sem se preocupar com o terrível destino que aguarda os pecadores
  • Se teu pastor não vive ou não prega o evangelho de Jesus Cristo
  • Se teu pastor visa a lã das ovelhas e não as ovelhas
  • Ou se teu pastor não chora pelas almas que estão indo para o Inferno

Então, você não tem um pastor, mas um empresário da fé disfarçado de cristão. Um mercador de falsas doutrinas, um falso apóstolo, um agente do Anticristo de terno e gravata.

Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. (Carta do Ap. Paulo aos Gálatas cap. 1 verso 8).
  • Não absorva tais doutrinas que se opõem ao que Cristo ensinou.
  • Não ceda a lisonjas frívolas vindas de um sepulcro caiado.
  • Não troque Jesus por Mamom.
  • Não troque o Céu por dinheiro.
  • Não troque a Coroa da Vida pela glória efêmera deste mundo.
  • Não venda Jesus por 30 peças de prata.
  • Não traia sua fé.
  • Não coma os manjares do rei deste mundo.

Mas espere firmemente na fé dos apóstolos, que com o sacrifício de suas vidas anunciaram o verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo.

Não financie desvios e delírios espirituais que não agregam almas ao rebanho de Cristo. Delírios que só servem para o pastor ostentar: "olha aqui a glória do meu templo", "olha como sou abençoado", "olha quanto mármore, quanto ouro!"

Deus não se importa com isso. Deus não se impressiona com isto. Deus não deixará pedra sobre pedra.

Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. (Salmo 51:17)

Não compactue com pastores que admiram tanto o mundo que o trazem para dentro da igreja. Que transformam os templos em casa de espetáculos com o melhor do que costumo chamar de pirotecnia gospel, que agrada e impressiona as massas ao oferecer ótimos shows a preços de dízimos. Ora, se a massa aprecia tanto o mundo por que não frequenta os shows do mundo? São muito melhores em qualidade "pirotécnica" e audio-visual, mas pera aí, e a pregação do evangelho aos sedentos? E falar de Jesus aos que, naquela noite intentarão suicídio e aquele culto era sua última e desesperada tentativa?! E o adúltero que está há anos na liderança dos jovens e o pastor não admoesta por que é um adúltero também?!. E os milhões que se escandalizam com a perversão e ostentação desse antievangelho pseudocristão e passam a odiar Jesus por isso?! Nada disso importa. Importa o espetáculo. Importa entreter as massas. "Olha para cá, não olhe para esse evangelho chato e ultrapassado!" Cruz? Que Cruz? Inferno? Que Inferno? Ira Vindoura? Que Ira?

Vamos pular, tirar o pé do chão, sejamos sim manipulados em casa pela TV e na igreja pelos pastores. Vamos nos entorpecer de mentiras reconfortantes e acreditar que podemos tudo e que Deus nos deve tudo, desde que eu tenha fé, declare positivamente isto e, claro, pague o dízimo.

Quão terrível será para estes o Dia do Senhor. Quando Deus der a cada um aquilo que cada um plantou. Quando Deus punir cada transgressor por sua transgressão e cobrar destes pastores das trevas cada alma, uma por uma, que se perdeu.

O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. (Joel 2:31)

A igreja de Cristo nunca será derrotada, pois ela invisível, imaterial e invencível, pois, mesmo na morte, o crente é mais do que vencedor. Mas, as instituições ditas cristãs já foram destruídas, estão mortas e putrefam há muito tempo. Foram enganadas pela Serpente, foram tomadas pelos lobos, saqueadas pelos "cambistas", profanadas pelos filhos do diabo. Lutero nos advertiu sobre a sinagoga de Satanás, hoje precisamos nos acautelar dos filhos do diabo que estão dentro das igrejas e nos mais altos cargos eclesiásticos.

Olhe os frutos. Olhe a mentalidade. Analise o que é dito e ensinado. Parece-se com o evangelho de Cristo e os ensinos dos apóstolos? Que seja anátema se não o for, que seja anátema! Não se pareça nem admire seu pastor se ele não se parece com Cristo. Não financie seus projetos se eles não contribuírem para ganhar almas. Não há mais tempo para brincar de ser crente. Deixe as anti-igrejas para os antipastores e suas antiovelhas, "arregace as mangas" e seja você um cristão de verdade: Leia a Palavra de Deus, pregue a palavra aos cativos e oprimidos, ajude os órfãos e as viúvas, demonstre o amor de Cristo em ações e orações, não só em vãs palavras. Seja um cristão conforme a imagem de Cristo e não conforme a imagem do mundo.

Rogo que esta palavra entre nos corações em O Nome de Jesus Cristo e para Sua glória! Maranata!

12/07/2017

A Morte da Igreja

Por Israel C. S. Rocha

Chegará um dia que ao invés de pastores alimentando as ovelhas haverá palhaços entretendo os bodes (Charles Haddon Spurgeon)

A maior tragédia do (pseudo) evangelismo moderno foi convencer as pessoas de que estão convertidas, que são novas criaturas quando nunca foram salvas por Jesus Cristo, quando nunca experimentaram o Novo Nascimento, quando não adquiriram a mentalidade de Cristo, mas, simplesmente, foram acolhidas no grande Clube Social que hoje se tornou a igreja evangélica.

São membros, cantores, evangelistas, pastores, bispos, apóstolos, reverendos que não conhecem a outro Deus senão Mamón. Que agem e pensam como o mundo aplicando técnicas mundanas na igreja. Técnicas de crescimento artificial baseadas em atiçar a curiosidade, prover conforto e luxo, entreter com músicas, danças teatros, stand up comedy, promovendo risos e campanhas materialistas enquanto milhões estão indo para o Inferno.

A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões. (Mateus 21:13)

O mundo está em trevas e nós somos os culpados. Culpados por não orarmos, por fazermos tudo na "Casa de Deus" menos orar. Por não pregarmos mais os princípios basilares da fé cristã, que foram substituídos pelo evangelho do culto ao dinheiro, sucesso e prosperidade - o culto à Mamón.

O Estado Islâmico está no Brasil. Já tem ameaçado os cristão de morte por aqui e feito horrores na Europa com estupros e mortes violentas. Enquanto isso seguimos no oba-oba gospel ludibriados, entorpecidos e fanatizados por líderes evangélicos que nada tem de Cristo. Líderes que estão aí para encher seus bolsos, para ostentar uma vida materialista e vazia, repleta de louros e ouros mas, sem a presença do Espírito e sem parte com Ele.

Quem admira o mundo é por que não foi liberto dele, quem admira palácios e glória terrenos não tem parte com Cristo, cujo Reino não é deste mundo.
Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui. João 18:36 Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. (João 3:3)
Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. (João 3:5)
Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. (João 15:19)

São pastores e obreiros que possivelmente crucificariam a Cristo simplesmente por que a mensagem do verdadeiro evangelho contraria seus interesses financeiros megalomaníacos. As pregações de Cristo focam no Espírito e não na carne, confronta e desmascara pecados e não os afaga como vemos hoje nos púlpitos, diminui o ego em detrimento do amor ágape, da compaixão, da obediência e temor a Deus e não o infla prometendo toda sorte de super bênçãos, como é pregado hoje. É um (pseudo) evangelho livre de aflição, livre de dor, carnal, sem mudança, sem conversão, sem libertação, sem paz, sem comunhão, sem amor e sem oração.

Quando admiramos alguém não por que Deus o usa em profecia, não por que Deus o usa em curas, não por que já ganhou dezenas de almas para Cristo, não por que leva uma vida piedosa de oração, não por que nunca traiu sua mulher, não por que se parece com Cristo e tem o brilho de Cristo em seu rosto, mas sim por que prega bonito, canta lindamente, é bem-sucedido financeiramente ou por que construiu um Templo de Salomão, alguma coisa está muito errada.

Desde quando isso impressiona a Deus? Desde quando palácios herodianos, prata e ouro impressionam o Todo-Poderoso Eu-Sou?! Desde quando cantar lindamente mas, sem unção e consagração, impressiona ao Deus que é cercado por corais angelicais e cujos serafins escodem seu rosto (Isaías 6:2) tamanha a glória de Sua presença?!

Quantas almas estão indo para o Inferno enquanto a igreja brinca de ser crente? Quantas crianças são violadas, quantas mulheres queimadas vivas, quantos homens tem sua identidade sexual destruída, quantas almas vão sair do próximo culto dominical e se suicidar vazias e famintas da Palavra que não é mais pregada nos púlpitos?!

Quantos missionários passam necessidades ou quantos outros não poderiam ser enviados à seara se parássemos de enfeitar templos com luxos frívolos e investíssemos dinheiro no que realmente é Obra de Deus. Quantos centros de recuperação de dependentes químicos, quantas casas de proteção à vítimas de abusos, quantos orfanatos, quantas viúvas e necessitados poderiam ser assistidos, quantas almas não seriam salvas no nordeste pela simples demonstração do amor de Jesus em ações e não em vãs palavras proferidas em templos suntuosos.

Quantas almas estão indo para Inferno escandalizadas e enojadas disso que é vendido como evangelho de Cristo, quanto não tem nada de cristão nele. Não é o que Cristo ensinou, não é evangelho de Jesus Cristo, mas do Anticristo, cujo poder já opera há muito nas denominações.

Rimos quando não há motivos para rir. Choramos embalados por tocantes melodias com letras egocêntricas e revanchistas. Fazemos campanhas mas por interesses egoístas. Viramos a cara para o mendigo. Apedrejamos quem peca. Lemos tudo, menos a Bíblia. Fazemos tudo, menos o que Cristo nos mandou fazer mas, "estejamos tranquilos, pois meu pastor disse que estou salvo, logo, eu vou pro Céu mesmo não me parecendo em nada com Jesus Cristo. Mesmo sendo um anticristo na Terra eu vou morar com o santíssimo Rei dos Reis. Mesmo desejando o mundo e tendo parte com Ele eu vou pro Céu." Faz sentido isso?

Acorde Igreja de Jesus Cristo. Não há mais tempo para brincar de ser crente. Não há mais tempo! Ore mesmo que seu pastor não ore. Não financie projetos megalomaníacos que não cooperem para ganhar almas. Não compactue. Não doe dinheiro para Mamón e seus "anticristos de terno e gravata". Doe para missões. Doe para ganhar almas. Ore, jejue e pregue a Palavra de Deus aos sedentos. Tenha uma vida santa. Quando pecar busque arrependimento e concerto. Não se pareça com o mundo. Não se pareça como a maioria em sua igreja. Pareça-se com Jesus Cristo. Admire pessoas que se pareçam com Cristo, que tem o brilho do Espírito Santo, que pregam o verdadeiro evangelho. Admire pastores que confrontam o pecado, que pregam a volta de Jesus. Admire obreiros que te aproximam do estreito caminho e rejeite àqueles te conformam ao mundo.

Que Deus tenha misericórdia de nós e avive a chama do evangelho de Cristo em nossos corações. Maranata!

02/04/2017

Desrespeito e Porfias

Por Israel C. S. Rocha

Se não há respeito,
não há amor.
E se não há amor,
não há Cristo em nós!

Quantas discussões teológicas acaloradas e inócuas vemos por aí. Glória a Cristo e salvação é o que menos importa, mas sim a demonstração farisaica de mais conhecimento bíblico e eloquência. Não há amor pelo alma interlocutora mas sim o ego de provar que estar certo e o outro errado. Sem amor, as discussões se pervertem em troca de farpas e ódio incompatível com Cristo. O que degrada por generalização a todos os cristãos como se todos fossem assim.

Porfia é discussão, briga, insistência. A porfia é uma briga que acontece quando as pessoas são teimosas e insistem em ganhar a discussão, não dando o braço a torcer. A discussão se torna feia e as pessoas dizem coisas que não deviam. Em outros contextos, porfia significa perseverança, lutar para atingir um objetivo.
(Resposta Bíblicas)

Há se pregar Cristo, Jesus crucificado pelos pecados e ressurreto para Sua Glória. Timóteo nos admoesta a não entrar em porfias:

E rejeita as questões loucas, e sem instrução, sabendo que produzem contendas. E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade, E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos. (2 Timóteo 2:23-26)

Ore pelas vidas perdidas e instrua com mansidão sem contendas, sem porfias, Jesus só fora áspero e enérgico com os fariseus, para as almas perdidas demonstrava ternura, compaixão e poder do Alto. Sejamos como Cristo em nosso falar, em nosso agir e no nosso instruir. Paz seja com todos! Maranata!

25/03/2017

A Árvore do Bem de do Mal e os 10 Mandamentos

Por Israel C. S. Rocha

Há um paralelo entre a Árvore do Bem e do Mal e os 10 Mandamentos. Com a Palavra, o Verbo, Deus criou todo o Universo e a Luz, plantas e animais. Mas para criar o homem Deus tomou o barro e conformou a sua Imagem e semelhança assoprando o fôlego de vida em suas narinas. Não poderia Deus ter feito o homem apenas proferindo palavra? Sim mas o fez para sermos Sua imagem e semelhança, a imagem e semelhança do Verbo que se fez carne, Jesus Cristo.

No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz. (Gênesis 1:1-3)
E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. (Gênesis 1:27)

Fomos feitos perfeitos e colocados no Éden para gozarmos de vida farta e cheia da glória de Deus. Só havia uma restrição: não tomar do fruto de uma única árvore específica: a Árvore da Ciência do Bem e do Mal.

E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. (Gênesis 2:16,17)

Adão pecou induzido por Eva que foi enganada pela Serpente e então conhecemos o Mal e todas as maldições que ele carrega consigo. Todas as dores, sofrimento, lágrimas, desespero, pranto, morte, tragédias, fome, pedofilia, tsunamis, pragas, doenças, câncer, Ebola, terremotos, perseguição, ganância, violência, tortura, choro e ranger de dentes...

Observe que a narrativa bíblica diz que a árvore e seu fruto eram agradáveis aos olhos.

E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. (Gênesis 3:6)

O pecado atiça nossos sentidos, provoca nossa cobiça e tem aparência agradável, mas quando comemos o fruto do pecado sentimos seu gosto amargo e experimentamos, consequências amargas.

Mas alguns poderiam dizer que não incorreriam no erro de Adão e jamais desobedeceriam a Deus... o que é um grande equívoco.

No Éden havia uma única Lei: não comer do fruto proibido por Deus. Hoje a Lei é: "Amar a Deus acima de todas coisas e ao próximo como a si mesmo". Mas acaso cumprimos esta Lei? Acaso dedicamos o melhor do nosso tempo e amor a Deus? Acaso cuidamos do próximo como a nós mesmos? Damos de comer a quem precisa como nos alimentamos diariamente? Acaso por vezes não mentimos, não traímos a confiança de quem nos cerca? Somos todos Adão no que tange a pecar. Somos tão pecadores quanto ele, tão devassos, corruptos, mentirosos, desobedientes e merecedores da Ira de Deus.

Somos coroa da criação de Deus, mas também os responsáveis por toda a sorte de males que o pecado trouxe ao mundo. Pecamos solidariamente a Adão no Éden. Pecamos diariamente e a pior tragédia é o pecado pois ele traz toda sorte de males consigo.

Somos todos pecadores, uns remidos pelo sangue do Cordeiro outros que ainda não foram e outros que nunca serão.

A nossa Árvore do Bem do Mal é a única Lei que Jesus deixou e que mentimos ao dizer que seguimos, mentimos ao dizer que amamos a Deus acima do Facebook, do WhatsApp, do Hello, do videogame, da televisão, da fofoca, da fornicação, da pornografia, da prostituição, da mentira... mentimos, pecamos, desobedecemos a Deus como Adão no Éden.

Mas o Sangue de Cristo purifica ao que crê de todo o pecado. Não por merecimento, mas por misericórdia de Cristo, por Cristo e para Cristo. Para glória do Nome do Senhor Jesus. O Éden é a lembrança da tragédia do pecado e de todas as desgraças subjacentes mas também é a lembrança de que temos uma Árvore cujo fruto jamais deve ser comido: o mortal fruto do pecado.

Que Jesus abençoe nossas vidas e nos leve ao arrependimento, ao conserto e a uma vida santificada e livre para não mais pecar pois perto está Sua vinda e só os Santos herdarão

15/02/2017

Asafe e a Falência Moral do Brasil

Por Israel C. S. Rocha

Em tempos de falência moral como a que vivemos, é normal chegarmos ao dilema de sermos ou não honestos. A impunidade fomenta isto. Afinal apenas uma fração do que é saqueado da nação é pega - quando é - e o meliante passará poucos anos na cadeia, sendo solto pelos melhores advogados, que o dinheiro pode pagar, para gozar muitos anos de vida farta e próspera.

O ímpio tem vida folgada enquanto o justo padece. O trabalhador dedica toda sua vida ao trabalho e quando idoso aposentar-se-á com uma quantia que mal dará para seus remédios quanto mais para pagar um plano de saúde. Será obrigado a morrer nas filas do SUS enquanto o ímpio será curado no Sírio Libanês. O crime compensa no Brasil!

Como ser honestos num país onde a própria população saqueia se aproveitando da greve policial? Quando corruptos políticos e mercadores da fé são admirados e endeusados?

Asafe enfrentou esse dilema. Nada há de novo embaixo do céus, tudo se repete ciclicamente só com uma aparência diferente mas igual em essência. Asafe também se indignou com a prosperidade do ímpio e com a vida de sofrimento do justo. O justo é oprimido por prósperos, fartos e ímpios opressores:

Salmo de Asafe

Verdadeiramente bom é Deus para com Israel, para com os limpos de coração.
Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos.
Pois eu tinha inveja dos néscios, quando via a prosperidade dos ímpios.
Porque não há apertos na sua morte, mas firme está a sua força.
Não se acham em trabalhos como outros homens, nem são afligidos como outros homens.
Por isso a soberba os cerca como um colar; vestem-se de violência como de adorno.
Os olhos deles estão inchados de gordura; eles têm mais do que o coração podia desejar.
São corrompidos e tratam maliciosamente de opressão; falam arrogantemente.
Põem as suas bocas contra os céus, e as suas línguas andam pela terra.
Por isso o povo dele volta aqui, e águas de copo cheio se lhes espremem.
E eles dizem: Como o sabe Deus? Há conhecimento no Altíssimo?
Eis que estes são ímpios, e prosperam no mundo; aumentam em riquezas.
Na verdade que em vão tenho purificado o meu coração; e lavei as minhas mãos na inocência.
Pois todo o dia tenho sido afligido, e castigado cada manhã.
Se eu dissesse: Falarei assim; eis que ofenderia a geração de teus filhos.
Quando pensava em entender isto, foi para mim muito doloroso;
Até que entrei no santuário de Deus; então entendi eu o fim deles.
Certamente tu os puseste em lugares escorregadios; tu os lanças em destruição.
Como caem na desolação, quase num momento! Ficam totalmente consumidos de terrores.
Como um sonho, quando se acorda, assim, ó Senhor, quando acordares, desprezarás a aparência deles.
Assim o meu coração se azedou, e sinto picadas nos meus rins.
Assim me embruteci, e nada sabia; fiquei como um animal perante ti.
Todavia estou de contínuo contigo; tu me sustentaste pela minha mão direita.
Guiar-me-ás com o teu conselho, e depois me receberás na glória.
Quem tenho eu no céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti.
A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre.
Pois eis que os que se alongam de ti, perecerão; tu tens destruído todos aqueles que se desviam de ti.
Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor DEUS, para anunciar todas as tuas obras.
(Salmos 73)

Jesus sofreu! Os apóstolos sofreram! Como discípulos precisamos estar prontos também para sofrer com a esperança de que nosso galardão não é aqui! Não somos deste mundo, os manjares deste mundo não são para os justos mas para os ímpios. Nosso lar é o Céu - a nova Jerusalém celestial onde os justos terão justiça, paz e descanso.

Asafe viu o fim do ímpio e o fim do justo e se aquietou. A justiça de Deus é implacável. E dará a todos o que merecem por seus atos e quão horrendo é cair nas mãos do Deus vivo. Quem o poderá livrar?

A justiça vem! O grande juízo de Deus sobre todas as criaturas. Então vereis a diferença entre o justo e ímpio, entre aquele que serve a Deus e o que O despreza.

Não abdique de sua honestidade. Não abra não de seu caráter mesmo que esteja cercado de corruptos. Mesmo que seja o único a fazer o certo e seja zombado por isto. Não se venda! Não se corrompa! Seja fiel a Deus e a seus princípios. Todos serão pesados na balança e muitos se acharão em falta! Sede santos pois o Senhor é santo, sede justos por que a ele Deus fará justiça!

Jesus Cristo breve vem, suportai as aflições na esperança de Sua vinda e na certeza da vida Eterna. Maranata!